LNNano - Brazilian Nanotechnology National Laboratory

Destilação em microchip

A analista de desenvolvimento tecnológico do Laboratório Nacional de Nanotecnologia (LNNano), Ma. Gabriela Furlan Giordano, doutoranda pelo Instituto de Química (IQ) da UNICAMP sob a orientação do prof. Dr. Renato Sousa Lima, pesquisador do Laboratório de Microfabricação do LNNano, apresentou (oral e pôster) durante o 19º ENQA – Encontro Nacional de Química Analítica o trabalho de título: ”GRAVITY-ASSISTED DISTILLATION ON A CHIP: FABRICATION, CHARACTERIZATION, AND APPLICATIONS”.

O trabalho foi premiado na área de preparo de amostras em evento que foi realizado na cidade de Caldas Novas-GO entre 16 e 19 de setembro. O trabalho ainda contou com a participação de Luis C. S. Vieira (LNNano), Angelo L. Gobbi (LNNano) e o prof. Dr. Lauro T. Kubota (IQ/UNICAMP).

A pesquisa retrata de modo pioneiro a miniaturização do processo de destilação de acordo com os seus componentes conectados em série (fonte de aquecimento, câmara de destilação, condensador e coleta do destilado) quando em escala convencional.

Além de ganhos em segurança e automação, a plataforma possibilita a destilação de volumes reduzidos (400 microlitros) visando ao preparo de amostras (como dessalinização e remoção de interferentes) para análises químicas posteriores.

Consulte o artigo, publicado no periódico ‘Analytica Chimica Acta’ (editora: Elsevier), para maiores informações sobre a pesquisa: https://www.sciencedirect.com/science/article/pii/S0003267018306172

Atualmente, em um projeto com a Petrobras através do Centro de Pesquisas Leopoldo Américo Miguez de Mello (Rio de Janeiro-RJ), o microdestilador segue em fase de estudos para a destilação de volumes reduzidos de amostras de petróleo bruto extraídos da região do pré-sal. Nesse caso, comumente são extraídas quantidades pequenas (5 mL) de amostra o que dificulta toda a sua caracterização por uma miríade de técnicas instrumentais.

No projeto com o LNNano, a expectativa é que a tecnologia de microdestilação possibilite a caracterização dessas amostras de acordo com os seus teores de hidrocarbonetos leves, médios e pesados.