LNNano - Brazilian Nanotechnology National Laboratory

CNPEM reúne 16 mil visitantes no Ciência Aberta

O Ciência Aberta 2019 registrou recorde de público, reunindo cerca de 16 mil pessoas no CNPEM, além dos mais de 550 voluntários – todos funcionários, estagiários e bolsistas do Centro

No último sábado (29), o Centro Nacional de Pesquisa em Energia e Materiais (CNPEM) realizou a quarta edição do evento Ciência Aberta, quando o campus do Centro é aberto ao público. Estudantes, grupos de aposentados, famílias e crianças de todas as idades visitaram os Laboratórios Nacionais do CNPEM, os estandes sobre as pesquisas internas, participaram de oficinas e puderam contar com praças de alimentação, palestras informais de pesquisadores, dentre outras atrações.

O Ciência Aberta 2019 registrou recorde de público, reunindo cerca de 16 mil pessoas no CNPEM, além dos mais de 550 voluntários – todos funcionários, estagiários e bolsistas do Centro. A entrada do evento foi gratuita, com a opção de doação de um quilo de alimento ou produto de limpeza e higiene pessoal, que resultou em 2,6 toneladas de produtos coletados e encaminhados a instituições de assistência social da região de Campinas.

Em 2019, o Sirius foi aberto para visitação do público, com apresentações sobre o funcionamento e as aplicações do equipamento. Dentre as cerca de 70 atrações, houve as “Histórias da Caverna do Nariz”,  teatro com fantoches, sobre o sistema imunológico; “Pescando Medicamentos”,  uma pescaria diferente, representando a busca por novos fármacos; “Detetives da origem e evolução da vida”, em que os visitantes passearam e manusearam minerais e fósseis; “Oficina de litografia”, onde crianças puderam criar impressões com materiais inusitados como óleo e refrigerante; “Leveduras e Biologia Sintética”, um jogo de videogame de uma biofábrica microbiana produzindo biorrenováveis.

A avaliação do evento endossa os comentários do público sobre o sucesso da iniciativa. Dos quase 600 visitantes que avaliaram o evento, 84% consideram o evento excelente e 15,5% muito bom. Embora a maioria dos presentes tenha demonstrado ser da cidade de Campinas (52,8%), o formulário de avaliação registrou a presença de visitantes de Minas Gerais, Rio Grande do Sul, Mato Grosso do Sul, Paraná, Acre e Bahia.

A iniciativa contou com apoio das empresas Racional Engenharia, Rockwell Automation, Aché, Barbanera Qualitá, Bosch, Cisco e Phytobios.

Confira as demais fotos do evento clicando aqui.

Sobre o CNPEM

O Centro Nacional de Pesquisa em Energia e Materiais (CNPEM) é uma organização social supervisionada pelo Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações (MCTIC). Localizado em Campinas-SP, gerencia quatro Laboratórios Nacionais – referências mundiais e abertos às comunidades científica e empresarial. O Laboratório Nacional de Luz Síncrotron (LNLS) opera a única fonte de luz síncrotron da América Latina e está, nesse momento, finalizando a montagem do Sirius, o novo acelerador de elétrons brasileiro; o Laboratório Nacional de Biociências (LNBio) atua na área de biotecnologia com foco na descoberta e desenvolvimento de novos fármacos; o Laboratório Nacional de Biorrenováveis (LNBR) pesquisa soluções biotecnológicas para o desenvolvimento sustentável de biocombustíveis avançados, bioquímicos e biomateriais, empregando a biomassa e a biodiversidade brasileira; e o Laboratório Nacional de Nanotecnologia (LNNano) realiza pesquisas científicas e desenvolvimentos tecnológicos em busca de soluções baseadas em nanotecnologia. Os quatro Laboratórios têm, ainda, projetos próprios de pesquisa e participam da agenda transversal de investigação coordenada pelo CNPEM, que articula instalações e competências científicas em torno de temas estratégicos.